Responsabilidade com o consumidor

Consumidor

Nutrição e saudabilidade

O valor nutritivo e a saudabilidade dos alimentos, in natura e preparados, têm como principal aliada a inovação tecnológica, que permite reduzir gordura, sódio, açúcar e conservantes artificiais. Ela é parte preponderante da estratégia da JBS, presente no desenvolvimento de produtos, no monitoramento de matérias-primas e nas operações fabris, acompanhada de investimentos contínuos em pesquisas e tecnologias de ponta.

Em 2020, a pandemia acelerou a inovação no setor de alimentos, com as tendências impulsionadas pela necessidade de passar mais tempo em casa, aumentando a demanda por produtos de maior valor agregado e praticidade. As marcas de alimentos da JBS no Brasil lançaram mais de 500 produtos dentro de suas categorias para atender à demanda crescente.

Nesse sentindo, a companhia busca desenvolver constantemente produtos inovadores que atendam às expectativas dos clientes e consumidores, tarefa que é conduzida pelas áreas de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) das unidades de negócios de alimentos, que atuam em dois segmentos: in natura e preparados.

Em 2020, foram investidos mais de R$ 23,2 milhões em P&D. A companhia também possui ferramentas de gerenciamento que auxiliam na avaliação das megatendências mundiais em alimentação, como a busca pela saudabilidade, com a redução de sódio e de gordura; pela praticidade, com a apresentação em porções menores e de fácil preparo; entre outras.

Além disso, criou uma metodologia para acompanhar os processos regionais de inovação e possibilitar que os aprendizados adquiridos se tornem disponíveis aos negócios globalmente.

Para estimular as equipes e a troca de experiências, em 2018 nasceu o Time Global de Inovação (GIT, do inglês Global Innovation Team). Além de alavancar as vantagens competitivas da JBS, o GIT promove o compartilhamento de informação, a aceleração da inovação pelo intercâmbio entre países e a criação de plataformas globais que favoreçam práticas inovadoras. Isso é possível pelo fato de a empresa controladora possuir outras unidades de negócios em cinco continentes.

DESTAQUE

+ de R$ 88 milhões investidos em inovação em 2020.

Saudabilidade

Os produtos da Friboi não têm conservantes, nem adição de nenhum ingrediente, e são mantidos em embalagens de alta tecnologia. A Kitut, marca de alimentos preparados, lançou uma versão de fiambre com redução de 30% de sódio. Na Bordon, feijoada e almôndegas ao molho foram reformuladas, com a retirada de todos os aditivos da receita, em um processo de desenvolvimento que manteve a identidade dos produtos, sem prejuízo ao sabor, textura e à segurança do alimento.

A Seara também oferece diversas linhas de produtos, como: Seara Da Granja, linha de frangos criados sem uso de antibióticos e com ração 100% vegetal em todo processo de criação; Seara Orgânico, linha de frangos com certificação orgânica; Seara Nature, linha sem conservantes artificiais, 100% natural e com produtos que possuem mais proteína e teor de sódio abaixo da meta estipulada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), além de não conter proteína de soja e lactose; e Incrível Seara, feita 100% com proteína vegetal para consumidores que estão reduzindo o consumo de carne ou vegetarianos.

A Swift possui mais de 500 opções de produtos com o compromisso de entregar alimentos com saudabilidade, práticos e de origem sustentável. Também desenvolveu um processo inovador de congelamento que garante as características do produto fresco, com mais maciez, sabor e suculência, além de oferecer total segurança do alimento. No seu portfólio constam pratos prontos artesanais, frutas e vegetais, além de proteínas in natura congeladas.

Tecnologia e investimento

O investimento em laboratórios especializados em análises nutricionais, microbiológicas e de biotecnologia permite o fornecimento de indicadores para o desenvolvimento de novos produtos e o aprimoramento dos variados alimentos que compõem o portfólio JBS, enquanto no processo operacional os sistemas automatizados evoluem a cada ano. A companhia adota tecnologia de ponta que caminha em paralelo a um robusto programa de treinamento das equipes administrativas e operacionais.

Em 2020, a Friboi iniciou a construção do Centro de Estudo e Tecnologia da Carne (CETEC), finalizado no início de 2021. O espaço, que conta com equipamentos de última geração, utilizados para as pesquisas científicas em laboratórios renomados e universidades em diferentes partes do mundo, permitirá ao negócio garantir um padrão ainda mais consistente de qualidade em todos os seus produtos.