Responsabilidade com o Planeta

Planeta

Gestão Ambiental e Biodiversidade

A JBS realiza sua gestão ambiental considerando a utilização racional de recursos como água e energia, redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE) e tratamento dos resíduos gerados pelas operações, sempre com foco em soluções inovadoras de gestão ecoeficiente.

A companhia assume o compromisso de conservação ambiental, incluindo a mitigação de danos e proteção da biodiversidade e dos ecossistemas. 

Gestão e Governança

A observação dos princípios de gestão ambiental no dia a dia da companhia é orientada pela Política Global de Meio Ambiente e Biodiversidade, que apresenta padrões e boas práticas e divulga os pontos de monitoramento e controle ambiental para que se obtenha uniformidade de ações e rotina entre todas as plantas produtivas.

A Política tem como diretriz, entre outros aspectos, fortalecer continuamente o compromisso ambiental da companhia e evoluir a abordagem para atender às novas demandas, ao mesmo tempo em que atende às necessidades dos stakeholders. Também promove um modelo de melhoria contínua e reconhece que a proteção ambiental, os ecossistemas naturais e a biodiversidade e a conservação de recursos fornecem valor e segurança para as gerações atuais e futuras.

Além das diretrizes corporativas, as unidades de negócios têm a liberdade de elaborar suas próprias políticas, que atendam suas necessidades específicas. 

Friboi – Acesse a Política na íntegra aqui.

Seara – Acesse a Política na íntegra aqui.

JBS Couros –  Acesse a Política na íntegra aqui.

JBS USA e Pilgrim’s – Acesse as Políticas na íntegra aqui.

Sistema de Gestão Ambiental 

Para alcançar reduções contínuas em impacto ambiental e reafirmar seu compromisso de produzir alimentos de qualidade, a JBS estabelece metas globais de redução de consumo de recursos naturais. 

A empresa conta com um sistema informatizado que gerencia os indicadores de meio ambiente e sustentabilidade das unidades produtivas, como:

  • Uso de água;
  • Geração e análise de efluente;
  • Consumo de energia e geração de vapor;
  • Geração de resíduos;
  • Transporte;
  • Gases refrigerantes;
  • Dados de produção;
  • Dados de emissão de gases de efeito estufa;
  • Entre outros.

Esse sistema é alimentado periodicamente pelas equipes de cada uma das unidades. Com isso, é possível acompanhar o desempenho das plantas e relacionar às metas de redução de consumo e geração de resíduos sólidos, líquidos e gasosos da companhia, permitindo melhor gestão para elaboração de planos de prevenção e redução de impactos ao ambiente.

O Sistema de Gestão Ambiental, auditado internamente, se baseia nas especificações da ISO 14001, o que permite uma melhor gestão de impacto e risco, e um processo de melhoria contínua. No Brasil, a JBS conta com a certificação ISO 14001 para as unidades de Itapiranga/SC, Ipojuca/PE1, Gaspar/SC2 e Campo Grande/MS3. A Pilgrim’s UK está trabalhando para obter a certificação ISO 14001. A Pilgrim’s Moy Park opera um Sistema Integrado de Gestão do Meio Ambiente e Segurança (IMS) e um Sistema de Gestão Energética (EnMS) que será certificado externamente ou estará em consonância com as normas ISO 14001, 45001 e 50001.Dessas unidades nascem as ferramentas de gestão de meio ambiente da companhia no país e é de onde são disseminadas as melhores práticas e modelo de gestão para as demais plantas.

1. Produção de óleos vegetais, gorduras vegetais e margarinas
2. Produção de Óleos vegetais, Gorduras vegetais, Margarinas, Cremes vegetais e Maionese
3. Escopo de certificação: Produção de cortes, recortes e miúdos, congelados e resfriados; bucho, tripas e subprodutos (farinha de carne e ossos, sebo e sangue in natura). Produção de congelados derivados de carne, hambúrguer, almôndega, kibe e carne moída.

Investimentos

A JBS mantém um Plano de Investimentos destinado a melhorias ambientais. O plano é atualizado anualmente e tem como base um amplo diagnóstico ambiental realizado pela companhia para identificar oportunidades de melhorias dos indicadores ambientais globalmente. 

Em 2020, foram investidos, globalmente, R$ 494,2 milhões em gestão ambiental na JBS.

Produtos com Menor Pegada Ambiental

A companhia tem como resultado de suas ações produtos ou sub-produtos com menor pegada ambiental. Os principais destaques são:

  • Piso Verde: Desenvolvido pela JBS Ambiental a partir dos resíduos plásticos das operações da Companhia. O negócio também produz 100% dos sacos de lixo utilizados nas unidades do Brasil com resíduos pós-industriais e desenvolveu um novo filme shrink para embalar os produtos exportados pela Seara.
  • Biodiesel: JBS Biodiesel é a maior produtora de biodiesel a partir de sebo bovino e óleo de cozinha usado, antes considerados como resíduos, o que a qualificou para a venda de créditos de carbono – em 2020, gerou mais de 430 mil Créditos de Descarbonização (CBios), que equivalem a mais de 430 mil toneladas de gases de efeito estufa (GEE) evitadas.
  • Kind Leather: Desenvolvido pela JBS Couros, é capaz de reduzir em 52% o consumo de água e 62% o consumo de energia em sua produção, e 93% de resíduos sólidos em toda a cadeia produtiva. Saiba mais sobre o Programa em seu site institucional.

Certificação LEED

O prédio principal que compõem o complexo onde fica a sede da JBS, em São Paulo, conquistou o Green Building, nível green na categoria “new construction”, de acordo com as exigências do sistema LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), principal selo de construção sustentável no Brasil e presente em mais de 160 países ao redor do globo (o selo é o principal do mundo).

Para conquistar a certificação, o complexo atendeu aos seguintes critérios:

  • Ocupação do espaço;
  • Eficiência na utilização da água;
  • Eficiência na utilização da energia e atmosfera;
  • Materiais e recursos utilizados;
  • Qualidade ambiental interna;
  • Inovação em projeto ou operação;
  • Créditos de prioridade regional que atendam as especificidades da ONG.

A concepção do espaço inclui também o cuidado com os materiais utilizados na arquitetura de interiores. Dessa forma, os painéis decorativos, divisórias e mobiliário do empreendimento são oriundos do manejo florestal, sendo que todos os fornecedores contratados possuem certificado Forest Stewardship Council (FSC), selo que garante a responsabilidade ambiental.

Além disso, com o intuito de melhorar a qualidade de vida e saúde dos colaboradores, o projeto dispõe de um sistema de filtragem de ar de alto padrão. São cerca de 30% a mais de ar externo nos ambientes de trabalho, o que assegura a eliminação de vírus e outros agentes patogênicos. Em relação ao conforto térmico dos ambientes, desfruta de um sistema de condicionamento de ar pelo piso, o qual oferece um equilíbrio das temperaturas e ambiente climatizado. Todo o sistema de ar condicionado da obra opera a partir da energia alternativa de um conjunto de motores a gás.

Para completar, o novo prédio apresenta projeto especial que visa o consumo consciente do uso da água. Dessa forma, devido à instalação de equipamentos eficientes, houve uma diminuição de 34,5% no consumo de água potável. O edifício conta ainda com um sistema de captação de chuva, no qual 50% da água que cai sobre o telhado é armazenado para irrigação e lavagem do local, reduzindo o escoamento superficial do terreno.

Campanhas e Treinamentos

Em 2020, mais de 10 mil colaboradores foram treinados no Brasil, em temas como gestão de água, separação de resíduos e uso consciente dos recursos naturais. Adicionalmente, foram realizadas as seguintes campanhas sobre questões ambientais com os colaboradores da companhia:

  1. Dia do Meio Ambiente e Dia da Água;
  2. Palestras, ações e dinâmicas em todas as fábricas no Dia do Meio Ambiente e Dia da Água;
  3. Reforço do uso consciente de recursos, necessidade de preservação e ênfase nas ações desenvolvidas pela área ambiental, desde a captação de água até a destinação de efluentes;
  4. Ações envolvendo o público externo e órgão licenciador com visitas técnicas nas plantas;